Antes de falarmos sobre esse assunto polêmico. Quero deixar claro  que o Tantra não tem nada a ver com putaria e vulgarização como alguns falsos mestre ou praticantes espalham por ai.

Muito bem!

Tantra vem da expressão teia, tecido, trama ou tecer,  teia do universo onde tudo está conectado. Ou ainda "Tan" - que significa expansão e "tra" libertação, uma filosofia milenar ocidental comportamental que surgiu na Índia e vem ganhando o mundo, é um tema vasto.

Fala muito sobre a sexualidade, energia Kundalini (energia vital ou sexual que nasce no chakra básico), nossa energia mais poderosa, energia que move o mundo, energia da criatividade, energia do desejo (desejo consciente), seja o desejo de comer, de realização material... Que pode ser ativada de varias formas, como a dança , meditação, yoga e com "Massagem Tântrica", uma terapia com vários benefícios terapêuticos, além de ser muito prazerosa (falarei melhor sobre o assunto em outra postagem).

Fala sobre SEXO, sem relações superficiais.  Quando tratado de uma forma sagrada como prática espiritual, quando feito de forma consciente é um encontro com o divino, é conexão, onde duas pessoas somente "são", só celebram a vida e amam, chamamos de "Sexo Tântrico". A natureza não existe sem sexo, nenhum de nós existiríamos sem sexo. Quem segue esse estilo de vida não olha o sexo como uma forma de reprodução ou satisfação carnal, mas também, como forma de "expansão da consciência", ampliando as percepções sobre si mesmo e o universo, se aceitando e se amando. 

Só podemos amar verdadeiramente alguém quando nos amamos e nos respeitamos. 

Quando for fazer sexo com alguém, "ame esse ser", nem que seja só por aquele momento. Se entregue.

Somos seres espirituais vivendo uma experiência humana.

Então, entendemos que o Tantra nos ensina uma maneira diferente de olhar a vida, olhando como um todo, ensina a se libertar, expandir e movimentar a energia por todo corpo, elevando e mantendo nossas vibrações. Desenvolvendo, ampliando todo o nosso potencial, para que possamos ser tudo que podemos e viemos nos tornar. Um estilo de vida baseado no amor, respeito, união, aceitação e libertação do "SER".

 Um caminho que pode nos levar a Iluminação.

Escrito por

Marina Andrade

24 anos, Terapeuta Tântrica no Instituto Mentes do Novo Século, Empreendedora, Pedagoga em formação, e cursando Coaching para Alta Performance. Morando em Cascavel-PR.